A empresa alemã BioNTech e a farmacêutica norte-americana Pfizer anunciaram, esta segunda-feira, a entrega à União Europeia de mais 75 milhões de doses extra da vacina contra a covid-19.

No segundo trimestre, podem ser entregues mais 75 milhões de doses de vacina à União Europeia", lê-se no comunicado assinado por Sierk Poetting, diretor financeiro da BioNTech. 
 

A entrega está assim prevista para a primavera. O documento refere ainda que a capacidade de produção da vacina vai ser aumentada em mais de 50%. 

Continuamos a trabalhar para aumentar o stock a partir de 15 de fevereiro, para alcançar o número de doses fixado nos contratos". 

A presidente da Comissão Europeia, Ursula Von der Leyen, reagiu à notícia na rede social Twitter.

O plano de vacinação contra a covid-19 em Portugal começou em 27 de dezembro nos hospitais, precisamente com as vacinas da Pfizer/BioNTech, e abrangeu os profissionais de saúde e os lares de idosos.

A primeira fase do plano, até final de março, abrange também profissionais das forças armadas, forças de segurança e serviços críticos.

VEJA TAMBÉM:

A segunda fase arranca a partir de abril e inclui pessoas de idade igual ou superior a 65 anos e pessoas entre os 50 e os 64 anos, inclusive, com pelo menos uma das seguintes patologias: diabetes, neoplasia maligna ativa, doença renal crónica, insuficiência hepática, hipertensão arterial, obesidade e outras doenças com menor prevalência que poderão ser definidas posteriormente, em função do conhecimento científico.

Cláudia Évora / Notícia atualizada às 11:00