Morreu a mulher do homem italiano, de 81 anos, que emocionou o mundo ao fazer uma serenata debaixo da janela do quarto do hospital onde a mulher se encontrava internada. As causas da morte não são conhecidas.

No início do mês, Carla, que tinha 74 anos, esteve hospitalizada durante dez dias e fez vários testes de diagnóstico a um tumor, acabando por ter alta hospitalar poucos dias depois do gesto que tornou o casal famoso.

Durante o internamento, Stefano comoveu o mundo com o gesto romântico, quando, impossibilitado de visitar a mulher devido às restrições da covid-19, decidiu tocar as músicas mais marcantes para o casal, do lado de fora do hospital Castel San Giovanni, na região italiana de Emilia-Romagna.

Fiz isto pela Carla, para lhe mostrar o quanto a amo e para lhe agradecer por tudo o que me deu", disse Bozzini. Não a posso visitar e, por isso, fui até ao pátio com o meu acordeão e fiz o que o meu coração mandou. Assim que ouviu a música, ela chegou à janela e eu pude vê-la.”

O casal está casado há 47. Teve três filhos, mas o mais novo morreu de cancro aos 25 anos.