O primeiro-ministro da Tailândia, Prayuth Chan-ocha, foi multado em 6.000 baht (cerca de 157 euros), esta segunda-feira, por violar as regras sanitárias ao não usar máscara facial.

A polémica surgiu quando o primeiro-ministro publicou uma fotografia nas redes sociais em que aparecia numa reunião de trabalho sem máscara. A fotografia foi removida posteriormente.

"Informei ao primeiro-ministro que isso era uma violação das regras", escreveu o governador de Bangkok, Aswin Kwanmuang, na sua página oficial do Facebook.

De acordo com a legislação anti-covid-19 em vigor no país, a máscara deve ser usada sempre, desde que os cidadãos não estejam nas suas residências. 

Maria João Caetano