Um homem foi multado em aproximadamente 2.900 euros por ter saído apenas por oito segundos do hotel onde cumpria a quarentena, em Taiwan.

De acordo com a CNN, o homem, um migrante de nacionalidade filipina, terá saído do quarto do hotel onde se encontrava em direção ao corredor da unidade hoteleira, localizada na zona sul de Taiwan, na cidade de Kaohsiung.

Oito segundos foi o tempo necessário os funcionários do hotel repararem e contactarem de imediato a secretaria de Saúde taiwanesa, que multou o transgressor em cerca de 2900 euros.

Taiwan tem sido elogiada pela forma eficaz com que tem lidado com a covid-19. O pequeno país asiático tem uma política de tolerância zero para o incumprimento das regras sanitárias.

Com mais do dobro do número de habitantes portugueses, Taiwan nunca chegou a implementar cercas sanitárias ou longos períodos de quarentena. Ao invés, os líderes do país focaram-se antes no controlo de contactos e na velocidade de testagem, além de rápidas restrições aos voos vindos da China, numa fase inicial.

Até ao momento, de acordo com os dados da Universidade John Hopkins, Taiwan regista 716 casos e sete mortes por covid-19.