Um membro da tripulação de uma aeronave da Força Aérea do Canadá, que se despenhou no domingo, morreu e outro ficou gravemente ferido, quando fazia acrobacias para animar a população em tempos da pandemia de Covid-19.

O acidente ocorreu na localidade de Kamloops, cerca de 400 quilómetros a nordeste de Vancouver.

O engenho fazia parte do esquadrão dos Snowbirds, a equipa de voo de acrobacias militares da Real Força Aérea do Canadá.

A aeronave participava na "Operação Inspiração", lançada no início deste mês, com o objetivo de aumentar o moral dos canadianos.

O primeiro-ministro canadiano, Justin Trudeau, lamentou a morte do capitão Jennifer Casey, vítima mortal do acidente, e os ferimentos do capitão Richard MacDougall, que pilotava o avião e sobreviveu à aterragem no telhado de uma casa, que acabou por se incendiar.

Nas últimas duas semanas, os Snowbirds têm voado através do país para aumentar o moral dos canadianos nestes tempos difíceis", disse Trudeau. "Os seus voos fazem sorrir os canadianos e deixam-nos orgulhosos", acrescentou.

A missão está agora suspensa indefinidamente. A Real Polícia Montada do Canadá disse que a causa do acidente está a ser investigada.

. / AG