Um entregador de pizzas foi assassinado na terça-feira, em Filadélfia, naquela que terá sido uma emboscada, segundo as autoridades norte-americanas, que já pediram aos restaurantes para se manterem alerta relativamente a pedidos que possam ser suspeitos.

Bobby Jenkins, de 30 anos, foi morto com um tiro no peito quando fazia uma entrega a uma casa que, viria a saber-se depois, estava desocupada e cuja entrada pelas traseiras tinha sido forçada.

O ou os suspeitos da sua morte são, para já, desconhecidos.

No entanto, segundo a polícia de Filadélfia, a morte de Jenkins parece ter um padrão, ou seja, as autoridades encontraram um caso semelhante, também envolvendo uma casa desabitada, ainda que o entregador de pizzas tenha saído ileso, apesar de assaltado.

“Sabemos que costuma haver um padrão para estes casos. Estes indivíduos [atacantes] ganham gosto em fazê-lo, por assim dizer, e começam a cometer o mesmo tipo de roubos”, explicou o capitão Jason Smith, em conferência de imprensa, na quarta-feira.

A polícia está, agora, a investigar a conexão deste homicídio com outros roubos recentes na cidade, tendo encontrado uma ligação com um incidente ocorrido no passado dia 17 de fevereiro, em que o entregador de pizzas escapou sem ferimentos.

As autoridades não revelaram o que foi roubado a Bobby Jenkins, nem à anterior vítima, mas sublinhou que os entregadores de comida costumam andar com menos de 100 dólares.