Um homem terá atirado a filha de um ano de um penhasco para uma ravina após ter esfaqueado várias vezes a sua mulher em Palm Desert, no estado norte-americano da Califórnia.

Os agentes policiais encontraram a criança morta depois de terem sido chamados ao local por causa de um esfaqueamento, esta quinta-feira. Segundo um comunicado de imprensa, “a  mulher foi encontrada com com várias lesões provocadas por um incidente de violência doméstica. A vítima foi levada para o hospital e está estável”.

Ele atacou-a e tentou esfaqueá-la várias vezes no estômago e na garganta. Ela lutou e tentou proteger-se”, afirmou ao canal KESQ, Chris Grome, tio da vítima, sublinhando que a sobrinha estava grávida de seis meses.

Meia hora após a polícia ter identificado Adam Slater como o principal suspeito do crime, o homem de 42 anos fez capotar o carro numa autoestrada em Vista Point. Depois de esfaquear uma testemunha do acidente, Adam pegou na filha bebé e começou a correr até um penhasco.

Várias testemunhas viram o suspeito a atirar a criança do penhasco, tendo saído do local a correr”, afirma o relatório policial que indica ainda que, depois de uma perseguição a pé, os agentes detiveram o suspeito. 

A mãe, Ashley Grome, identificou a criança morta como Madalyn e descreveu-a como “uma pequena alegria”. A família está agora a angariar fundos online para a realização de um funeral digno para a vítima.