Uma jovem de 14 anos foi detida depois de confessar que mutilou e degolou a prima de apenas dez anos numa quinta em Gunnedah, em Nova Gales do Sul, na Austrália. 

De acordo com a polícia australiana, citada pelo Daily Mail Australia, a jovem degolou a prima e gravou várias palavras pelo corpo da vítima com uma faca, sendo que o corpo apresentava várias feridas no peito e na cara.

A vítima foi descoberta pela tia, mãe da jovem que cometeu o crime, ainda com vida. No entanto, apesar dos serviços de emergência terem sido chamados, a ajuda não chegou a tempo.

O crime que aconteceu enquanto a mãe da jovem que cometeu o crime saiu de casa com outro menor, às 6:30 da manhã, para trabalhar na quinta.

Quando a mãe regressou, cerca das 7:00, encontrou a sobrinha - que com ela passava férias - degolada e a filha tinha desaparecido.

A jovem viria a ser encontrada, cerca das 8:30, na casa de uma vizinha, tendo sido detida e confessado o crime.

Segundo o Daily Mail Australia, a família vivia naquela propriedade há mais de dez anos, sendo uma família respeitada na comunidade. 

A polícia da cidade de Gunnedah descreve este crime como um dos piores da história recente.

A jovem de 14 anos, a quem foi recusada fiança, vai ser presente ao Tribunal de Menores na quinta-feira.

Andreia Miranda