Os crimes de sequestro associados ao jogo em Macau caíram 82,8% durante a pandemia, segundo dados divulgados hoje pelas autoridades, respeitantes à criminalidade no primeiro semestre do ano.

Macau apenas registou 29 casos, quando em 2019, no mesmo período, se tinham verificado 169.

Nos primeiros seis meses do ano a capital mundial do jogo também registou uma descida significativa dos crimes de usura e burla, menos 83,1% e 25,1%, em relação ao período homólogo de 2019.

Outra diminuição destacada pelas autoridades diz respeito aos crimes contra o património: menos 38,4%. Já os furtos e os roubos caíram para cerca de metade.

A criminalidade violenta registou um decréscimo global de 59,8%.

As autoridades justificaram estes números com o "duplo impacto da situação epidémica e do reforço contínuo das inspeções policiais", razão pela qual se constata "uma descida dos principais tipos de crimes em Macau".

/ LF