Uma explosão na madrugada desta segunda-feira atingiu um gasoduto nos arredores de Damasco, deixando toda a Síria sem eletricidade, avança a agência de notícias estatal, que cita os ministros da Eletricidade e do Petróleo do país.

De acordo com o ministro do Petróleo, Ali Ghanem, a explosão atingiu a linha que alimenta três centrais de energia no sul da Síria. Sem adiantar mais detalhes, Ghanem disse ainda que o incidente deverá ter sido um "ato terrorista".

Já o ministro da Eletricidade, Zuhair Kharbotli, revelou que a explosão ocorreu depois da meia-noite de domingo e que esta é a sexta vez que o oleoduto é atingido.

A infraestrutura de petróleo e gás da Síria foi atingida nos últimos anos por atos de sabotagem, mas ninguém reivindicou os ataques.

Os técnicos estão agora a trabalhar para reparar os problemas e a energia elétrica deve ser restaurada nas próximas horas

A guerra civil de nove anos, que matou mais de 400 mil pessoas, também afetou gravemente a infraestrutura e os campos de petróleo e gás da Síria, muitos dos quais estão fora do controlo do Governo.

Redação / AM com Lusa