Ali Harbi Ali, cidadão britânico de 25 anos, foi formalmente acusado de matar o deputado David Amess e de preparação de ataque terrorista, segundo avançam as autoridades britânicas.

"Vamos submeter em tribunal que este assassinato foi um ato terrorista, designadamente por ter sido cometido por motivos religiosos e políticos" afirmou Nick Price, do Crown Prosecution Service.

Matt Jukes, comissário assistente da Metropolitan Police, garantiu que não houve mais detenções e que as autoridades não procuram mais nenhum suspeito.

"Compreendo o grande interesse por parte das pessoas, mas agora há uma acusação, é importante que haja contenção nos comentários públicos sobre o caso, de modo a assegurar que os procedimentos legais não são prejudicados", pediu Jukes.

David Amess era deputado conservador no parlamento britânico desde 1983, representando a circunscrição de Southend West. Faleceu na passada sexta-feira, dia 15 de outubro, após ter sido esfaqueado.

Pedro Falardo