O congressista lusoamericano David Valadão, que tinha sido dado como vencedor da eleição para a Câmara dos Representantes pelo 21.º distrito da Califórnia, tem agora o lugar em risco, na fase final da contagem de votos.

Três semanas depois das eleições intercalares, o democrata TJ Cox passou para a frente da contagem por 436 votos, ou 0,4 pontos percentuais, quando tinha terminado a noite eleitoral com mais de 4.400 votos, ou sete pontos percentuais, atrás do republicano lusodescendente.

A diferença, que contraria todas as sondagens e modelos preditivos, deve-se à continuação da contagem dos boletins de voto por correspondência, boletins provisionais e boletins danificados. De acordo com os dados atualizados esta terça-feira pela secretaria de Estado da Califórnia, ainda há um total de 27.489 boletins por processar nos condados de Fresno, Kern, Kings e Tulare, que têm parte dos seus territórios no 21º distrito.

Os quatro condados têm forte presença de comunidades lusodescendentes, mas o distrito votou maioritariamente em Hillary Clinton nas eleições presidenciais de 2016, com uma diferença de 16 pontos percentuais.

A Associated Press retirou a previsão de vitória para David Valadão e anunciou que não fará mais nenhuma projeção até que os resultados tenham sido certificados. Outros meios que deram o lusodescendente como vencedor seguiram o mesmo caminho e os analistas do FiveThirtyEight, cujo modelo preditivo atribuía a Valadão 79,6% hipóteses de vencer, apontam agora para a vitória de TJ Cox.

Ainda há muitos votos por contar e cada eleitor merece que a sua voz seja ouvida", afirmou TJ Cox numa mensagem na rede social Twitter, dizendo-se "grato" pelo apoio.

A campanha de David Valadão, que assumira a vitória na noite das eleições, ainda não fez declarações sobre a passagem do opositor para a frente da contagem.

Os condados têm até 07 de dezembro para completar o processamento dos boletins de voto, mas esta quarta-feira poderá ser decisiva na corrida - a última que falta ser atribuída - quando o condado de Fresno atualizar os seus resultados. Este condado representa um terço do total de eleitores registados no 21.º distrito e tinha ainda 15.200 boletins de voto por processar no quadro atualizado pela secretaria de Estado na terça-feira.

TJ Cox passou para a frente da contagem quando os condados de Kern e Tulare atualizaram os seus números.

A confirmarem-se os resultados, David Valadão perderá a reeleição após três mandatos como representante no Congresso de um distrito maioritariamente rural e com predominância da população de origem hispânica.

Mantendo apoio ao Presidente Donald Trump, o lusodescendente defendeu uma solução que permitisse aos imigrantes que foram levados para os Estados Unidos em criança continuarem no país, uma situação que estava anteriormente garantida pelo programa DACA que a Casa Branca fechou.

Se os democratas vencerem no 21.º distrito, elevam para 40 o número de assentos na Câmara dos Representantes que retiraram aos republicanos nas eleições intercalares de 06 de novembro. Na Califórnia, este poderá ser o sétimo assento que muda dos republicanos para os democratas.

As contas do secretário de Estado Alex Padilla mostram que ainda há 623.497 boletins não processados na Califórnia, a maioria provisionais (406.967) e por correspondência (155.911).

Os outros dois congressistas lusoamericanos da Califórnia, Jim Costa (16.º distrito) e Devin Nunes (22.º distrito) garantiram a reeleição nas respetivas corridas.