Depois de uma série de incidentes motivados pelo Bird Box Challenge, o mais recente desafio da Internet, o YouTube proibiu a publicação de vídeos na plataforma que se baseiem na realização de desafios (challenges) considerados perigosos, quer física, quer psicologicamente.

Inspirado num filme com o mesmo nome, o desafio Bird Box consiste na realização de tarefas comuns, o que poderia não ser considerado violento se não fosse necessário estar vendado. Este é o desafio que se tem tornado viral na Internet nos últimos meses.

Os vídeos na plataforma online começaram a surgir e o challenge chamou rapidamente a atenção de algumas celebridades. Entre elas, destaca-se o cantor americano Jake Paul.

No vídeo, que entretanto já foi retirado do YouTube, via-se um adolescente sentado no lugar do pendura, ao lado de Jake.

Também uma jovem do Utah seguiu os passos e acabou por bater num carro enquanto conduzia vendada.

Desafios que podem causar a morte e/ou causar a morte em alguns casos não têm lugar no YouTube", garantiu a empresa, citada pelo The Guardian.

Além da proibição de desafios que incitem à violência ou que, de certa forma, se tornem perigosos, a plataforma baniu ainda brincadeiras que possam vir a causar problemas sérios, como por exemplo o "desafio da maré" - comer sabão em pó - e o "desafio do fogo" - colocar-se em chamas.

Não permitimos brincadeiras que façam as vítimas acreditarem que estão em sérios riscos físicos - por exemplo, uma brincadeira de invasão de uma casa ou uma brincadeira que simule um tiroteio", sublinhou.

Também não permitimos brincadeiras que causem sofrimento emocional grave às crianças", reforçou o YouTube.

Quem não cumprir as novas regras estabelecidas verá o vídeo ser removido da plataforma e irá receber um "aviso". Caso não volte a receber um segundo, os privilégios serão restaurados em 90 dias.

Apesar dos incidentes, o YouTube assume continuar interessado em ter vídeos de desafios e brincadeiras inofensivas na plataforma.

/ MP