Um padre recém-nomeado para uma paróquia na ilha de Gozo, em Malta, está a ser acusado de ostentação. A população organizou uma procissão pelas ruas da terra para receber o novo padre. E o padre John Sultana deixou-se passear a bordo de um Porsche Boxter, puxado por 50 crianças. 

De acordo com o jornal Times of Malta, o sucedido ocorreu em Zebbug, uma cidade na ilha de Gozo, a segunda ilha de Malta.

No vídeo divulgado na Internet, vê-se o padre de pé num Porsche Boxter a desfilar perto das pessoas. Mas o que está a causar indignação é que o carro desportivo estava a ser puxado por 50 crianças.

A situação, considerada por muitos como absurda, teve como justificação o facto de que, para ligar a viatura ir-se-ia submeter a embraiagem da mesma a um esforço anormal para percorrer apenas um ou dois quilómetros.

As críticas não tardaram a chegar e muitos consideraram que esta ação só irá afastar as pessoas da Igreja e que nada justifica a utilização das crianças.

John Sultana afirmou à imprensa local que a polémica “não é um assunto” e reforçou que não está “arrependido” de nada. Acrescentou ainda que “algumas das críticas” que lhe foram dirigidas “não são corretas.”

Sandra Grech, da câmara de Zebbug, garantiu que o padre “não pretendeu ser ostentador” e referiu ainda que o “Porsche foi emprestado pelo seu primo.”

Um professor de teologia na Unidade de Malta, René Camilleri, afirmou ao Times of Malta que este evento é uma “porcaria” e reprovou “todos [aqueles] que aceitaram que as crianças puxassem as cordas que arrastavam o Porsche, com o padre.”

A Igreja revela um grau de leviandade que torna difícil atrair novos crentes, realizando ações como esta”, continuou René Camilleri.

John Sultana, de 47 anos, foi nomeado arcipreste (grau intermédio entre sacerdote e bispo) da cúria da ilha de Gozo, onde é tradição que padres recentemente nomeados sejam transportados pela cidade para serem aclamados pela população.

Um porta-voz da cúria afirmou que este é um espetáculo tradicionalmente organizado pela população de Zebbug, a vila onde Sultana é padre, e que esta manifestação popular é comum na localidade.

John Sultana, originário de Xaghra – outra vila da ilha de Gozo –, é padre desde 1996.