Um avião de passageiros com 337 pessoas a bordo que fazia a ligação entre Alemanha e México, em fevereiro passado, foi obrigado a desviar a rota quando voava sobre o oceano porque o piloto entornou café no painel de controlo.

De acordo com investigadores britânicos, citados pela BBC, que elaboraram um relatório sobre este caso (Air Accidents Investigation Branch), o avião foi obrigado a desviar a rota e a aterrar em Shannon, na Irlanda.

O avião A330-242, cuja companhia a operar na altura do incidente não foi identificada, saía de Frankfurt com destino a Cancun.

O piloto, que recebeu um copo de café sem tampa, entornou a bebida quente por cima do painel de controlo de áudio.

Devido à temperatura do café, um dos botões do painel chegou mesmo a derreter, provocando falhas e complicando as comunicações entre avião e terra.

Além do estrago, o acontecimento provocou fumo no cockpit, tendo mesmo o piloto e copiloto usado as máscaras de oxigénio.

Apesar de o relatório não identificar a companhia aérea que operava o voo no dia 6 de fevereiro deste ano, a organização sem fins lucrativos Fundação para a Segurança de Voos diz que se trata da alemã Condor.

A decisão de aterrar em Shannon foi do piloto, que fez a aterragem em segurança e sem feridos a bordo.

João Ferreira Pelarigo