Uma mulher foi condenada, esta terça-feira, a 30 semanas de prisão, por fotografar outras mulheres no balneário de um ginásio, em Singapura.

De acordo com a imprensa local, Heng Li Wing, de 29 anos, filmou outras mulheres no balneário sem o seu consentimento. Posteriormente, ofereceu alguns vídeos para convencer potenciais compradores e vendeu outros num site, a um preço reduzido.

Heng Li Wing gravou e divulgou vídeos de pelo menos 22 mulheres em diferentes estados de nudez.

A mulher declarou-se culpada de três crimes de invasão de privacidade e, segundo declarações do seu advogado, a arguida encontra-se arrependida pelos seus atos.