O ativista de Hong Kong pró-democracia Joshua Wong foi esta quinta-feira detido pela polícia, acusado de participar numa "reunião ilegal", numa manifestação no ano passado, segundo a agência de notícias France-Presse (AFP), que citou o advogado.

Wong é ainda acusado de violar uma lei que proibia o uso de máscaras nos protestos pró-democracia que agitaram o território, no ano passado.

Numa mensagem publicada hoje no perfil de Joshua Wong na rede social Twitter, pode ler-se que o ativista "foi detido quando se apresentou na Esquadra Central da Polícia, cerca das 13:00 de hoje (06:00 da manhã em Lisboa)".

Na mensagem, acrescenta-se ainda que "a detenção está relacionada com a participação numa assembleia não autorizada em 5 de outubro, no ano passado", e que Wong é também acusado de "violar a draconiana lei anti-máscara", cujo texto foi depois considerado inconstitucional.

/ CE