Há mais uma polémica a envolver Greta Thunberg com "adultos", depois de ter partilhado no Twitter uma foto sua sentada no chão de um comboio da ferroviária alemã, Deutsche Bann, no sábado, depois de participar na COP25.

Ao contrário do que aconteceu recentemente com os presidentes do Brasil, Jair Bolsonaro, e dos Estados Unidos, Donald Trump, não foi a chanceler alemã Angela Merkel quem trocou tweets com a jovem ativista, mas a empresa estatal de comboios Deutsche Bann.

Tudo porque além da imagem de Greta sentada no chão, junto às suas malas, a jovem escreveu a seguinte legenda: "Viajar em comboios sobrelotados pela Alemanha. Estou finalmente a caminho de casa."

Inicialmente, os primeiros tweets de resposta da Deutsche Bann pareceram inofensivos, limitando-se a desejar a Greta "uma viagem até casa em segurança" e que a jovem "continue a trabalhar arduamente em mais comboios, ligações e lugares".

E, depois, inclusive, prosseguindo o entusiasmo pela opção de transporte tomada.

Cara Greta, obrigado por apoiares os trabalhadores ferroviários na luta contra as alterações climáticas. Ficamos satisfeitos por saber que escolheste viajar connosco no ICE 74. E com 100% de eletricidade verde."

 

Mas, logo de seguida, a ferroviária alemã endureceu o discurso, criticando Greta, a quem diz ter oferecido um lugar em primeira classe.

Teria sido ainda melhor se também tivesses relatado o quão simpática e competente foi a nossa equipa a ceder-te um lugar em primeira classe."

 

Greta Thunberg explicou que, realmente, arranjaram-lhe um lugar, mas a partir de Göttingen, mais de 500 quilómetros depois de ter partido de Basileia, na Suíça, e que, no fundo, viajar sentada no chão não foi mau, de todo.

Sentámo-nos no chão em dois comboios diferentes. Depois de Göttingen, consegui um lugar. Não foi um problema para mim e nunca disse que o foi. Haver comboios sobrelotados é um bom sinal, por significa que a procura por viagens de comboio é elevada."

 

A Deutsche Bann ainda não reagiu às justificações de Greta Thunberg, apesar de contactada por vários órgãos de comunicação social.