Diana Spencer, a “princesa do povo” como carinhosamente era tratada, morreu há exatamente 24 anos, a 31 de agosto de 1997, e ainda há alguns factos sobre Diana que a maioria do público desconhece.

Sonhava ser bailarina

Em criança, Diana queria ser bailarina. No entanto, nunca terá tido coragem para seguir uma carreira enquanto dançarina.

Tratava a madrasta por ‘acid rain’

Mais tarde, em 1969 e com a separação dos pais, apesar da excelente relação com o progenitor, Lady Di nunca terá aceitado a nova relação do pai, referindo-se à madrasta enquanto “acid rain” (chuva ácida).

Era de uma família aristocrática

A princesa nasceu no seio de uma família aristocrática britânica, os Spencers, e tinha o título de Lady Diana Spencer antes de se casar. A propriedade da família fica em Althorp, em Northamptonshire, onde o corpo de Diana foi enterrado.

Irmã de Diana era namorada do príncipe Carlos

De acordo com a Newsweek, antes de conhecer e casar com o príncipe Carlos, seria a irmã mais velha da Lady Di quem estava apaixonada por Carlos.

A publicação dá mesmo conta que o casal se conheceu quando Diana tinha 16 anos, altura em que o príncipe namorava a irmã mais velha, Lady Sarah McCorquodale, em 1977.

Trabalhou num infantário, foi empregada doméstica e fez babysitting

Quando iniciou o namoro com Carlos, Diana morava num apartamento em South Kensington, Londres, e trabalhava num infantário.

No entanto, antes desse trabalho, a princesa acumulou vários part-times: fez limpezas domésticas, babysitting e ainda deu aulas de dança.

Como fugia dos paparazzi

Em 1980, o romance com o príncipe de Gales tornou-se público. Outra ‘curiosidade’ sobre Diana é que, para enganar os paparazzi, estacionava o carro à porta de casa, saía pelas traseiras e apanhava um táxi para ir para o trabalho por forma a fugir dos holofotes da fama.

Noivos após 13 encontros

Diana e Carlos ficaram noivos após se encontrarem apenas treze vezes. 

Vestido de noiva com 7,6 metros de comprimento

No dia do casamento com o príncipe Carlos, a 29 de julho de 1981, Lady Di levou um vestido com 7,6 metros de comprimento. Na cerimónia, tanto Diana como Carlos se enganaram ao proferir os votos.

A princesa prometeu amar, honrar e estimar Filipe Carlos Artur Jorge. Já Carlos, disse: "Partilharei todos os seus bens com ela".

Não usava saltos muito altos

Nos primeiros anos do casamento, Diana de Gales, com 1,78 metros, raramente usava sapatos de salto alto para não ficar mais alta do que o marido, que também media 1,78 metros. A partir do fim da década de 1980, essa atitude mudou radicalmente.

Apaixonou-se por um oficial da realeza

A princesa Diana confessou estar “profundamente apaixonada” por Barry Mannakee quando este fazia parte da polícia metropolitana.

No entanto, Barry morreu num acidente de carro a 14 de maio de 1987, sete meses após ser afastado dos deveres de proteção da realeza. De acordo com o documentário ‘Diana: In Her Own Words’, a princesa acreditava que este terá sido assassinado.

Consultou um curandeiro espiritual

Diana manteve algumas conversas com Simone Simmons, cujo perfil no Penguin Random House era descrito enquanto “curadora de energia”.

Passeou num campo de minas

Diana fez uma caminhada por um campo de minas terrestres em Angola, em 1997, poucos meses antes de morrer. Com recurso ao uso de um colete e um protetor facial, foi fotografada colocando-se em perigo para promover a causa de caridade 'The HALO Trust'.

Recorde-se que Diana de Gales morreu a 31 de agosto de 1997, na sequência dos graves ferimentos causados por um acidente de carro no túnel da Ponte de l'Alma, em Paris, França, quando era perseguida por paparazzis, após ter jantado com o namorado Dodi Al-Fayed.