O esqueleto de um gigante triceratops com 66 milhões de anos vai ser colocado em leilão, mas esta peça não poderá ser arrebatada por todas as carteiras, uma vez que o valor pode chegar a 1,5 milhões de euros.

O fóssil do animal, conhecido como Big John, tem um crânio com 2,62 metros de comprimentos e 2 metros de largura, sendo que os seus dois longos cornos têm 1,1 metro cada.

O dinossauro, que vai ser vendido pela leiloeira Binoche et Giquello, viveu em Laramidia, uma ilha gigante que terá ocupado uma área que cobria o mundo entre o Alasca e o México.

O esqueleto do dinossauro acabou por ser descoberto nos Estados Unidos em 2014, encontrado pelo geólogo Walter W. Stein Bill, no Dakota do Sul. Depois, foi levado para um centro de restauração em Itália, que tratou do espécime, que agora vai ser vendido.

O restos do triceratops foram preservados em lama, e o esqueleto está mais de 60% completo, sendo que o crânio tem 75% da forma original.

Este animal herbívoro podia chegar até aos 5.500 quilogramas e medir nove metros de comprimento, embora nunca se tenha documentado um espécime desse tamanho. Big John, o maior triceratops alguma vez encontrado, media oito metros.

O leilão ocorre a 21 de outubro na sede da Binoche et Giquello, em Paris.

António Guimarães