“As ações do suspeito naquela noite foram extremas e chocantes. A vítima foi à rua para falar com o grupo sobre o facto de terem desligado a água e o resultado foi ter sido baleado com uma arma poderosa. Felizmente, o telemóvel da vítima amparou o tiro e em função disso ele sobreviveu. Isto é extraordinário, se o telemóvel não estivesse no bolso a esta altura estaria morto”.