Uma mulher acusou esta quinta-feira publicamente Donald Trump, após o terceiro debate entre os candidatos à Casa Branca, de gestos e atitudes despropositadas quando se cruzaram em 1998, acusações que se juntam às emitidas por outras mulheres desde há dez dias.

Karena Virginia, professora de yoga, 45 anos e natural da região de Nova Iorque, revelou durante uma conferência de imprensa que se cruzou com o homem de negócios durante um torneiro de ténis do US Open em 1998 e que ele lhe terá tocado no peito.

Segundo referiu, Donald Trump disse aos homens que o acompanhavam: “Pois, veja esta. Nunca vimos esta antes. Olhem para aquelas pernas”.

Você sabe quem eu sou?", terá perguntado ainda Trump.

Karena Virginia diz que se sentiu impotente e envergonhada e que, desde então, escolhe muito bem o que vestir de modo a não atrair atenções indesejadas.

Esta é já a décima mulher a acusar Trump de conduta imprópria nos últimos dias.