Centenas de alunos da universidade de Berkeley, na Califórnia, protestaram contra o discurso agendado de Milo Yiannopoulos – o controverso editor do site de informação de extrema-direita Breitbart - obrigando ao cancelamento do evento.

O orador foi convidado por um grupo de estudantes conservadores a discursar num evento da universidade, mas outros alunos conseguiram boicotar a iniciativa mesmo antes de começar.

Os protestos foram violentos: houve janelas partidas, fogos ateados, lançamento de explosivos e pedras e até confrontos com as forças policiais.

A resposta das autoridades foi igualmente violenta, lançando gás lacrimogéneo sobre os manifestantes e acabando por dispersar a multidão. O campus universitário acabou por encerrar.

O conservador Milo Yiannopoulos ficou famoso por publicar comentários extremistas em várias plataformas online.

Além de assumir posições controversas, ficou igualmente conhecido como um dos maiores apoiantes do novo presidente dos Estados Unidos. Aliás, durante a campanha eleitoral, Yiannopoulos chegou a intitular Donald Trump de “Daddy” (“Paizinho”, na tradução).