Donald Trump cancelou o encontro com o seu homólogo russo, Vladimir Putin, que se ia realizar à margem da cimeira do G-20 em Buenos Aires

O presidente norte-americano cancelou o encontro por causa da tensão na Crimeia entre a Rússia e a Ucrânia.

O presidente dos EUA já tinha ameaçado na terça-feira cancelar a reunião marcada para este fim de semana devido aos incidentes que levaram a Rússia a apresar três navios militares ucranianos. Numa entrevista ao The Whashington Post, Trump disse que queria receber um "relatório completo" de sua equipa de segurança nacional sobre as recentes ações da Rússia no leste da Ucrânia e no Mar Negro e que só depois tomaria uma decisão.

O conflito de longa data entre a Rússia e a Ucrânia explodiu no domingo, quando guardas da fronteira russa dispararam contra três navios ucranianos, que apreenderam de seguida, juntamente com a tripulação.

A tensão no mar de Azov aumentou desde que Moscovo construiu, em maio, a ponte da Crimeia, que une ao território russo esta península anexada pela Rússia em 2014, após o que foram redobradas as inspeções aos barcos ucranianos, o que Kiev considera um bloqueio ‘de facto’ dos seus portos na zona.