“Os polícias mexicanos são corruptos e, obviamente, deixaram Joaquin Guzman fugir pela segunda vez. Da última vez, esteve livre durante 13 anos. Ele tem estado a vender droga nos EUA”, afirmou o multimilionário, acrescentando que “é possível que esteja nos EUA, e as suas drogas e dealers a passar livremente pela patética fronteira americana".

"Este é apenas um dos muitos exemplos em que o México está a aproveitar-se dos EUA. Eles levam o dinheiro do nosso país, mas deixam o crime, muito do qual deriva do crescente tráfico de drogas”.


Trump faz comentários depreciativos