A princesa Haya pediu proteção à justiça britânica contra o casamento forçado com o emir do Dubai.

Filha do falecido rei Hussein, da Jordânia, Haya é uma das esposas do vice-presidente dos Emirados Árabes Unidos e emir do Dubai, Mohamed bin Rashed al Maktum, de 70 anos.

Os seus advogados pediram ao Supremo Tribunal de Justiça britânica para que a princesa seja colocada sob proteção contra violência doméstica e reivindicaram a custódia dos dois filhos do casal.

A princesa, de 45 anos, apareceu esta terça-feira num tribunal de Londres para uma primeira audição.

De acordo com o jornal The Guardian, Haya e os dois filhos podem estar sob proteção da família real britânica, de quem a princesa é amiga de longa data. De resto, a princesa até tem uma mansão perto Palácio de Kensington.

Haya fugiu para o Reino Unido no final do mês passado. Quando fugiu do Dubai, a imprensa britânica justificou a fuga com o facto de o emir suspeitar que a mulher tivesse um caso extraconjugal com o guarda-costas