O marido de Isabel II, o príncipe Philip, tem uma infeção, não relacionada com a covid-19, e vai permanecer "vários dias" no hospital, anunciou o Palácio de Buckingham, nesta terça-feira.

A atualização do estado de saúde do duque de Edimburgo, de 99 anos, surge uma semana depois de ter dado entrada num hospital privado de Londres, sendo que na altura apenas foi avançada a informação de que se tratava de uma "medida de precaução".

Uma fonte do palácio real disse, então, à BBC que Philip entrou no hospital pelo próprio pé, sem necessitar de auxílio.

Está confortável e a responder ao tratamento, mas deverá permanecer no hospital por vários dias", consta na nota divulgada.

De acordo com o filho mais novo, o príncipe Eduardo, Philip "está muito melhor".

Ele está desejoso de sair do hospital, o que é positivo, por isso mantemos os dedos cruzados", disse Eduardo, em declarações à Sky News.

Desde logo a família real informou que o internamento de Philip não estava relacionado com a covid-19. Tanto o príncipe como a rainha de Inglaterra foram já vacinados contra a doença causada pelo novo coronavírus, o SARS-CoV-2. O casal, junto há 73 anos, tem estado recolhido no Castelo de Windsor.

O duque de Edimburgo retirou-se dos deveres públicos em 2017 e raramente surge em público. 

No próximo dia 10 de junho, o príncipe Philip celebrará o 100.º aniversário.

Catarina Machado