A agência norte-americana do medicamento (FDA) alertou para o perigo do uso da ivermectina - que deve ser utilizada em animais, para tratar doenças cardíacas e parasitas - como forma de tratamento contra a covid-19.

Tomar grandes doses desse medicamento é perigoso e pode causar sérios danos. Tomar um medicamento não aprovado pode ser muito perigoso", alertou a FDA, num comunicado.

A toma deste medicamento pode causar vários efeitos secundários, como náuseas, dor abdominal, vómitos, efeitos secundários neurológicos e hepatite potencialmente grave.

O aviso da FDA surgiu até num tom mais irónico - ou até agressivo:

Tu não és um cavalo. Tu não és uma vaca. A sério, pessoal. Parem com isto", afirmou a FDA, na rede social Twitter.

 

A ideia errada de usar ivermectina para tratar ou prevenir a covid-19 não é nova, mas tem vindo a crescer. O departamento de saúde do estado do Mississippi, nos EUA, afirmou que pelo menos 70% das chamadas recentes para o Centro de Controlo de Venenos do Mississippi tinham sido relacionadas com esta questão. Dessas chamadas, 85% das pessoas tinham efeitos ligeiros. 

 A FDA ressalvou novamente que não há "luz verde" para a toma deste medicamento. 

Há muita desinformação à volta da toma de ivermectina. Já devem ter ouvido dizer que não há problema em tomar grandes doses de ivermectina, mas isso é errado", salientou a FDA.

Redação / IC