No Egito, pelo menos 12 pessoas que seguiam num autocarro ficaram feridas este domingo na sequência de uma explosão junto às pirâmides de Giza. As vítimas seguiam num autocarro turístico.

As vítimas são maioritariamente turistas sul-africanos que estavam junto ao Grande Museu Egípcio, que está ainda em construção, avança a Reuters.

No autocarro estavam 25 turistas da África do Sul, que faziam o trajeto entre o aeroporto e a zona das pirâmides. De acordo com as autoridades, quatro egípcios que seguiam noutra viatura ficaram feridos quando foram atingidos pelos vidros do autocarro.

As imagens mostram o autocarro com os vidros partidos, janelas quebradas e vários estilhaços na área circundante ao veículo atingido pela explosão.

Esta explosão aconteceu a poucos metros do Grande Museu Egípcio, onde em dezembro uma outra explosão aconteceu num autocarro turístico.

Ainda não são conhecida as causas da explosão. O momento também não foi reivindicado.