Desde a proclamação do califado, em 2014, o Estado Islâmico já executou e inspirou centenas de atentados terroristas em todo o globo. Os ataques são mais comuns em países do Médio-Oriente, especialmente no Iraque e Síria – países onde o grupo controla territórios -, mas os tentáculos do EI estendem-se da América à Ásia.

O atentado mais mortífero em solo europeu aconteceu há pouco mais de um ano, em Paris, - fez 130 mortos – mas as células e “soldados” do grupo terrorista não deixaram que este fosse o último. Em 2016, os membros do EI continuaram a atacar fora do Iraque e da Síria, deixando centenas de vítimas.

Bruxelas, Istambul, Nice, Berlim, Orlando, Cairo, Cabul, Daca, Medina, Jacarta e Karak são algumas das cidades que viveram em primeira mão o terror que caracteriza o grupo extremista.

No mapa abaixo pode ver os principais atentados ligados ao EI, em 2016. (Passe o rato sobre o mapa para identificar os locais dos ataques e clique nos pontos para ver mais informações)