O Conselho Nacional da Reconstrução de Timor-Leste (CNRT), de Xanana Gusmão, venceu sem maioria absoluta as eleições legislativas do país, realizadas no sábado, segundo os resultados provisórios do Secretariado Técnico da Administração Eleitoral (STAE).

O novo parlamento de Timor-Leste deverá ter apenas a presença de quatro formações partidárias, quando estão contados os votos nos distritos.

Segundo os resultados do STAE, e com base dos cálculos do método de Hondt, o CNRT do atual primeiro-ministro, Xanana Gusmão, que obteve 36,66 por cento dos votos, num total de 482.792 votos, terá 30 deputados.

A Frente Revolucionária do Timor-Leste Independente (Fretilin), do antigo chefe de Governo Mari Alkatiri, será a segunda maior força no parlamento com 25 deputados, relativos a 29,87 por cento dos votos.
Redação / CM