As primeiras assembleias de voto abriram hoje na Áustria pelas 06:00 (05:00 em Lisboa) para dar início à repetição das eleições presidenciais entre o ecologista Alexander Van der Bellen e o ultranacionalista Norbert Hofer.

As eleições presidenciais na Áustria decorrem mais de sete meses depois da primeira votação, num processo longo e acidentado que exasperou os austríacos.

Nenhum dos dois candidatos mais votados, Norbert Hofer (FPÖ, extrema-direita) e Alexander Van der Bellen (independente ligado aos Verdes), alcançou nessa votação a maioria absoluta.

LEIA TAMBÉM

Hitler, bananas e muita roupa suja: assim são as presidenciais na Áustria

Este domingo, austríacos tentam eleger o presidente, sete meses depois do último ato eleitoral e depois de várias irregularidades registadas durante o processo. Mais de meio ano depois, os dois candidatos continuam a braços com um empate técnico, de acordo com as sondagens.

Redação / PP