Os resultados provisórios das eleições presidenciais em Cabo Verde apontam para uma segunda-volta entre Jorge Carlos Fonseca e Manuel Inocêncio Sousa.

De acordo com a agência Lusa, este era o cenário após a contagem dos votos de 87,9 por cento das assembleias do país.

Segundo os dados oficiais da Direcção Geral de Apoio ao Processo Eleitoral (DGAPE), estão apurados os votos de 976 das 1110 mesas de voto no arquipélago e na diáspora (faltam 134), que apontam Jorge Carlos Fonseca e Manuel Inocêncio Sousa na disputa da segunda volta, a realizar-se a 21 deste mês e cuja campanha começa na próxima quinta-feira.

Em Portugal, o vencedor foi Aristides Lima apesar de, na contagem de todos os círculos, figurar na terceira posição a uma distância considerável de Jorge Carlos Fonseca e Manuel Inocêncio Sousa.

Segundo os dados oficiais, dos 13.226 eleitores cabo-verdianos inscritos em Portugal, apenas votaram 2.715, o que corresponde a uma taxa de participação de apenas de 20,5 por cento ¿ registaram-se 26 votos nulos (0,9 por cento), 22 brancos (0,8 por cento).

Aristides Lima, independente, obteve 944 votos (34,7 por cento), à frente de Jorge Carlos Fonseca (apoiado pelo MpD, oposição), com 899 votos (33,1 por cento), e de Manuel Inocêncio Sousa (sustentado pelo PAICV, no poder), com 786 votos (28,9 por cento).