Num esforço para tentar atrair clientes enquanto o mundo atravessa uma pandemia, a Emirates tornou-se na primeira companhia aérea a oferecer um seguro gratuito contra a Covid-19.

De acordo com a BBC, se adoecerem durante a viagem – independentemente da infeção ter ocorrido durante o voo ou depois – os passageiros terão os tratamentos médicos pagos, bem como a estadia, caso tenham de ficar de quarentena. No pior dos cenários, a empresa também cobre despesas com funerais.

A aviação foi fortemente afetada pela pandemia e as empresas tentam, de várias maneiras, criar soluções para que as pessoas voltem a viajar.

"Nós sabemos que as pessoas querem voltar a viajar à medida que as fronteiras pelo mundo estão a ser reabertas, mas a atual situação leva-as a procurar flexibilidade e garantias, caso aconteça algum imprevisto na viagem”, disse o diretor do grupo Emirates, Sheikh Ahmed bin Saeed Al Maktoum.

De acordo com a empresa, a oferta, que já está disponível, é válida durante 31 dias a partir do primeiro voo do passageiro.

A cobertura é gratuita para todos os clientes, independentemente da classe em que viajam ou do destino. O seguro aplica-se automaticamente, sem necessidade de registo prévio.

A empresa com sede no Dubai referiu que o seguro cobre despesas médicas até 176 mil dólares, despesas de alojamento até 100 euros por noite.

No caso de morte do passageiro devido à Covid-19, o seguro cobre despesas fúnebres até 1.500 euros.

Lara Ferin