O Presidente francês, Emmanuel Macron, assegurou num vídeo nas redes sociais que "está bem" depois de ter testado positivo à covid-19 e que continua a trabalhar nos dossiês prioritários como o combate à pandemia ou o ‘Brexit’.

Eu estou bem, tenho os mesmos sintomas que ontem [quinta-feira]. Cansaço, dores de cabeça, tosse seca, como centenas de milhares de entre vós que viveram este vírus", esclarece Emmanuel Macron num vídeo publicado na sua conta oficial na rede social Twitter.

O Presidente aparece sem máscara num vídeo com cerca de três minutos em que dá conta do seu estado de saúde e assegura continuar a fazê-lo nos próximos dias, indicando que "não há razão para que a situação evolua mal" e que é seguido de perto pelos médicos da presidência.

Emmanuel Macron deixou na noite de quinta-feira o Palácio do Eliseu, onde permaneceu a sua esposa, Brigitte Macron, também em isolamento, e está agora num antigo pavilhão de caça, La Lanterne, em Versalhes, que pertence à Presidência da República francesa.

Abrandei um pouco a minha atividade, devido ao vírus, mas continuo a ocupar-me dos dossiers prioritários como a epidemia, a gestão do país ou o ‘Brexit’", ressalvou.

O Presidente diz ainda na sua mensagem que o facto de ter contraído o vírus, mostra que toda a gente pode vir a apanhar já que teve "muita atenção aos gestos barreira" e que um momento de "negligência" pode ter bastado para ser infetado.

Emmanuel Macron testou positivo à covid-19 na quinta-feira de manhã e ficará em isolamento até, pelo menos, dia 24 de dezembro.

/ LF