A Agência Espanhola de Medicamentos e Produtos de Saúde autorizou o primeiro ensaio clínico em Espanha de uma vacina experimental contra a covid-19, anunciou esta sexta-feira o ministro da Saúde do país, Salvador Illa, em conferência de imprensa.

Segundo o jornal El País, o governante explicou que este será um teste da vacina da empresa Janssen, da multinacional americana Johnson & Johnson, que será administrada a 190 voluntários, aos quais serão somados outros 400 na Alemanha e na Holanda, entre os 18 e os 55 anos e maiores de 65 anos.

Os hospitais de La Paz e La Princesa de Madrid e o Marqués de Valdecilla de Santander participarão no ensaio clínico e o recrutamento de voluntários vai começar “imediatamente”, disse Illa.

O ministro lembrou que na quinta-feira foi assinado o contrato definitivo entre a AstraZeneca e a Comissão Europeia, o primeiro negociado com com uma farmacêutica para o acesso a vacinas experimentais.

Tal acordo significa que os estados membros poderão adquirir até 400 milhões de doses da vacina experimental da Universidade de Oxford, fabricado pela AstraZeneca. As doses serão distribuídas de acordo com a dimensão populacional de cada país.

“Aguardamos as primeiras doses, se tudo correr bem, e com segurança garantida, até ao final de dezembro”, garantiu o ministro espanhol.

O recrutamento começa entre esta sexta-feira e a próxima semana.

Lara Ferin