Jessica Meir, Andrew Morgan e Oleg Skripochka regressaram esta sexta-feira à terra depois de terem estado mais de 200 dias na Estação Espacial Internacional, ao serviço da NASA. 

A aterragem da equipa na região de Dzhezkazgan, no Cazaquistão coincide com o 50.º aniversário da missão Apollo 13, cujos astronautas foram obrigados a aterrar de emergência no Oceano Pacífico depois de um dos tanques de oxigénio do módulo de comando e serviço da nave ter explodido.

No Twitter, o astronauta Andrew Morgan traçou um paralelo. 

Há 50 anos atrás, uma crise no espaço culminou no regresso seguro da equipa Apollo 13. Agora, enquanto os membros da equipa Soyuz MS-15 voltam a casa, a crise está a acontecer na Terra. A dedicação e o engenho dos centros de controlo em todo o mundo são a constante”, escreveu

Andrew Morgan e a astronauta Jessica Mair disseram, durante uma conferência de imprensa na semana passada, que têm estado a par do impacto que a pandemia da Covid-19 tem causado. No entanto, a Terra parece inabalável aos olhos de quem a vê de tão longe.

Podemos ver as notícias cá de cima e temos falado com amigos e familiares para tentar entender o cenário”, afirmou Andrew Morgan. “No espaço, é difícil entender como a vida vai ser diferente quando regressarmos. De cima, a Terra não mudou".

  
 

Andrew Morgan foi selecionado pela NASA para ser astronauta em 2013 e também trabalha como médico de emergência no Exército norte-americano.

  

Sei o que é estar na linha da frente nos hospitais. Estou muito orgulhoso da minha profissão, mas, ao mesmo tempo, sinto-me culpado por estar tão separado dela”, afirmou.

O protocolo de segurança da NASA para os astronautas que regressam à terra em tempos de pandemia inclui um exame pós-aterragem, tal como o acompanhamento médico enquanto se readaptam à gravidade do planeta Terra.

A NASA vai aderir às recomendações do Centro de Controlo de Doenças Infecciosas e adaptá-las aos astronautas que regressaram esta sexta-feira à terra”, adiantou ainda Courtney Beasley, porta-voz da agência espacial.