A Guarda Civil e a polícia de Local do município de La Orotava, em Tenerife, Espanha, despejou, este sábado, um acampamento ilegal, onde participavam 62 pessoas, que tinham como objetivo espalhar a Covid-19.

Esta manhã, um dispositivo da Guarda Civil e da Polícia local procedeu à expulsão da Praia de Los Patos, onde estavam 62 pessoas acampadas”, pode ler-se na conta oficial da Polícia de La Orotava. “A Guarda Civil intercetou uma reunião na praia, com o objetivo de difundir a Covid-19 nesta área de acesso proibido.”

O local em causa estaria fechado ao público devido ao risco de deslizamentos de terras.

A tentar lidar com o que se pensa ser uma segunda vaga de Covid-19, o governo das Canárias pediu às forças de segurança um aumento do controlo do cumprimento das medidas de prevenção no arquipélago.

Esta não foi o primeiro acontecimento do género nas ilhas Canárias. Na passada sexta-feira, um grupo de 78 pessoas foram dispersados pelas autoridades, no município de Güímar, em Tenerife.

Espanha soma 314.362 casos confirmados de Covid-19 e 28.503 mortos, o caso mais preocupante na Europa. De acordo com as autoridades de Saúde do país, existem 314 casos ativos do novo coronavírus nas ilhas Canárias.