Um avião da Força Aérea espanhola despenhou-se esta segunda-feira no Mediterrâneo, junto à costa em La Manga del Mar Menor, Múrcia. 

Na aeronave viajava apenas um piloto, que não sobreviveu ao acidente: a rádio espanhola Cadena Ser avança que o homem morreu, citando fontes do Ministério da Defesa. Inicialmente, admitia-se que o piloto pudesse ter-se ejetado, tendo por isso sido mobilizadas várias embarcações para o local para que se montasse uma operação de resgate. O El País assinala que falta agora a autópsia para se confirmar que o corpo encontrado é, efetivamente o do piloto do avião que se despenhou. 

Segundo a imprensa espanhola, a vítima é o comandante Francisco Marín Núñez.

Os destroços do avião acidentado, um C-101, começaram entretanto a dar à costa. Várias praias da região foram encerradas aos banhistas.

09.38 h. El 1-1-2 ha recibido un centenar de llamadas desde La Manga que informaban de la caída de un avión, presuntamente del @EjercitoAire, al Mar Mediterráneo. Embarcaciones de #PlanCopla movilizadas en búsqueda de tripulación.

O acidente aconteceu às 9:38 - menos uma hora em Lisboa. Os serviços de emergência de La Manga receberam cerca de uma centena de chamadas dando conta da queda de um avião semelhante aos utilizados pela Força Aérea. 

Até ao momento, são desconhecidas as razões que levaram o avião a precipitar-se sobre as águas do Mediterrâneo.

/ BC