Milagres por milagres, este poderá ter sido um. Ocorreu na noite de quarta-feira, na cidade de Alicante, no sudeste de Espanha. Os bombeiros locais, chamados de urgência conseguiram salvar uma menina de cinco anos, que se tinha dependurado do lado de fora da varanda do apartamento onde vivia com a mãe.

A 21 metros do chão, a criança ficou apavorada, sem se saber ainda o que a levou a galgar o parapeito da varanda, do apartamento do 7.º andar, localizado na central praça Luceros.

Sabe-se que a menina estava sozinha em casa. A mãe tê-la-á deixado a dormir e saiu de casa.

Chamados para resolver a situação, os bombeiros de Alicante tomaram todas as precauções, segundo relatam os jornais espanhóis. Primeiro, montaram um colchão por debaixo da varanda, para o caso da criança cair. Depois, acionaram uma grua com um cesto para agarrar a menina. Um momento registado por muitos dos que viram tudo na praça Luceros.

Mãe detida e acusada

À imprensa espanhola, os bombeiros de Alicante reconhecem que "a rapidez foi a chave do sucesso" no resgate da criança, que estava presa com os braços enganchados nas frestas da varanda, com os pezinhos apoiados "no centímetro" de laje do rebordo de fora.

Enquanto os bombeiros resgatavam a criança, polícias entraram no interior do apartamento para perceber o que se teria passado com os seus pais. Não estava ninguém. A mãe chegaria a casa quando ainda decorriam as operações de salvamento e confessou ter deixado a criança sozinha, para ir ao ginásio.

A mulher foi entretanto detida e acusada  do delito de abandono de menores. a menina, sã e salva, foi para casa do seu pai biológico, que está separado da mãe. A população de Alicante continua a aplaudir a pronta intervenção dos bombeiros da cidade.