No país vizinho, é notícia que vários espanhóis estão a atravessar a fronteira para Portugal para comprar testes antigénio mais baratos.

Em Espanha, os testes de antigénio só estão disponíveis em farmácias e custam entre 7 e 10 euros, enquanto em Portugal estão disponíveis em farmácias e supermercados, chegando a custar 2,25 euros.

A notícia já chegou à televisão espanhola e está a render, nas redes sociais, muitas gargalhadas entre os portugueses.

Quase todos os comentários pedem "uma troca" entre os testes rápidos e a tão desejada gasolina, mais barata em Espanha: "Tragam gasolina, nós levamos os testes e encontramo-nos na fronteira, bora hermanos", "Dá para trocar por vales de desconto em gasolinas?", "É a vingança pelo preço da gasolina".

Ao contrário do que acontece em Portugal, a cadeia de supermercados espanhola Mercadona está proibida de vender, nas suas lojas espanholas, testes de antigénio.

Por estas razões, o Conselho Geral de Enfermagem (CGE) e a União de Enfermagem (Satse) já exigiram ao governo que regulasse o preço dos autotestes de antigénio vendidos sem receita nas farmácias privadas. O objetivo é "acabar com a especulação e a desigualdade de preços".

Redação / IC