O primeiro-ministro espanhol Pedro Sánchez anunciou esta manhã que a ilha de La Palma, afectada pela erupção do vulcão Cumbre Vieja, será declarada como  "zona de emergência". No Conselho de Ministros da próxima terça-feira, o Governo irá também aprovar um "Plano Especial de Reconstrução" que incluirá um pacote de medidas para reconstruir as habitações e todas as infraestruturas destruídas pelo vulcão.

“As instituições estão aqui para resolver os problemas”, disse Sánchez, após a reunião do Conselho de Ministros que se realizou em La Palma.

O plano do Governo, que está ainda em fase de conclusão, inclui, em primeiro lugar, "medidas urbanísticas e a alocação efetiva de recursos para reconstruir a área urbana destruída pela erupção do vulcão". 

Depois, terá "medidas para dar uma solução efetiva e personalizada para dar uma solução a todas as pessoas que tenham perdido a sua habitação".

Em terceiro lugar, Sánchez quer ter "um plano de infraestruturas que reponha a mobilidade em toda a ilha", uma vez que "este é um dos problemas mais imediatos que estão a sofrer os cidadãos de La Palma".

Haverá ainda medidas para recuperar a rede de rega nas plantações e um plano energético, que preveja não só a recuperação da distribuição da energia elétrica como a instalação de energias renováveis.

E, por fim, "um plano de relançamanto do turismo, uma das atividades mais importantes para a economia das Canárias", disse o primeiro-ministro.

Maria João Caetano