A Guarda Civil intercetou esta segunda-feira de manhã duas embarcações com 22 ocupantes nas águas do arquipélago de Cabrera, a sul de Maiorca, Espanha, enquanto duas embarcações chegaram também à costa nordeste de Lanzarote.

Hoje de manhã duas embarcações que navegavam nas águas do arquipélago de Cabrera, a sul de Maiorca, Espanha, com 10 e 12 ocupantes, foram intercetadas pela Guarda Civil, informou uma delegação do Governo das ilhas Baleares.

Os 22 homens, aparentemente em boas condições de saúde, foram resgatados, segundo a mesma fonte.

A presença das duas embarcações foi detetada pelo radar do Sistema Integrado de Vigilância Externa (SIVE) por volta da 01:00 hora local.

Estes dois barcos somam-se a outros cinco que chegaram às Ilhas Baleares no domingo: três intercetados nas águas de Cabrera após serem detetados pelo radar, um localizado na costa de Ses Salines, a sul de Maiorca, e o último em Formentera .

No total, no domingo, cinco barcos e 75 migrantes foram intercetados nas Ilhas Baleares, dos quais 59 foram detidos pela Guarda Civil em Maiorca e 16 foram resgatados no barco à deriva perto da Pitiusa Menor.

Também nas últimas horas duas embarcações chegaram à costa nordeste de Lanzarote, uma delas com 37 ocupantes e outra cerca das 07:30 (hora local), desconhecendo-se ainda quantas pessoas transportava.

De acordo com a agência de notícias espanhola EFE, ainda não está concluído o dispositivo de emergência ativado na área no que diz respeito à segunda embarcação que conseguiu chegar à costa de Lanzarote e chegar à praia de Los Caletones, no município de Haría.

Nessa mesma praia, mas por volta das 03:30, também chegou outro barco no qual viajavam 37 pessoas, entre os quais duas mulheres e uma menor.

A embarcação em que viajavam encalhou a um quilómetro e meio, tendo as pessoas sido ajudadas por elementos da Guarda Civil que os levaram para terra, onde chegaram aparentemente de boa saúde.

Desde a última sexta-feira, pelo menos 308 pessoas chegaram às Ilhas Canárias a bordo de nove embarcações, que incluíram 11 menores, dois deles bebés, e 23 mulheres, três delas grávidas.

. / RL