As equipas de resgate que desceram por um túnel paralelo ao furo de água onde caiu o bebé Julen conseguiram chegar ao corpo do menino à 01:25 deste sábado (00:25 em Lisboa).

A informação foi noticiada cerca de uma hora depois dos mineiros terem chegado ao corpo do bebé e confirmada pelo delegado do governo da Andaluzia.

Antes do resgate, houve a necessidade de uma quarta microdetonação para abrir caminho na rocha e permitir abrir um túnel horizontal, de forma a chegar ao local onde estava a criança.

Julen, o menino com menos de dois anos, caiu no furo de captação de água com cerca de cem metros de profundidade e 25 centímetros de diâmetro no passado dia 13 de janeiro.

Este sábado, a brigada de mineiros desceu por um furo paralelo e depois conseguiu terminar de cavar cerca de quatro metros de terra na horizontal, para chegar ao bebé morto.

Ao longo dos últimos dias, mais de 300 pessoas participaram na operação de resgate, trabalhando 300 horas de forma contínua.

Pais em choque

Na pequena localidade de Totalán, nos arredores de Málaga, muitas pessoas estiveram perto da casa dos pais da criança, que estão a ser acompanhados por psicólogos.

Através das redes sociais, várias entidades confirmam que o corpo foi encontrado e resgatado, endereçando os pêsames à família.

Autópsia

Julen está a ser autopsiado e o resultado da autópsia será conhecido ainda este sábado.

Prossegue agora a investigação criminal ao desaparecimento do menino.