Os funcionários do município de Ribadesella, Espanha, criaram cartazes a alertar para o que é viver no mundo rural, depois de queixas de turistas sobre o barulho do zoar dos burros e os danos causados pelas vacas, no meio da rua.

As regras para aproveitar a estadia e viver com os habitantes das aldeias, foram espalhados em vários sítios da pequena vila.

Aqui temos sinos que tocam regularmente, galos que cantam cedo, rebanhos que vivem nas proximidades e alguns até carregam sinos de vaca que também emitem sons. Tratores de agricultores, que trabalham para vos alimentar, e ruas pavimentadas, não autoestradas, conduzam com cuidado", pode ler-se no cartaz que está a tornar-se viral.

O concelho na província das Austúrias, que tinha cerca de cinco mil habitantes em 2019, mostra-se incomodado com as queixas que se sucedem. Há quem não consiga dormir por causa dos galos a cantar às seis da manhã ou com o zoar dos burros e há até quem peça para limpar a estrada "suja" com excrementos de vaca.

Os cartazes, irónicos, foram divulgados em todas as cidades de Ribadesella e tornaram-se uma espécie de aviso, para o que os turistas podem encontrar.

É uma chamada de atenção para defender o que é nosso e também para responder àqueles que estão surpreendidos ao ouvir um galo às seis da manhã e chamam as autoridades para se queixarem porque não os deixam dormir." afirmou o vice-prefeito de Ribadesella, Luis Fuentes.

Os posters sugerem ainda que quem se sente incomodado com a vida rural talvez tenha escolhido mal o destino:

Se não conseguem aguentar, talvez não estejam no sítio certo. Por outro lado, se é um dos privilegiados que consegue lidar com isso, vai adorar este maravilhoso ambiente e os excelentes produtos feitos pelos nossos agricultores fantásticos, fazendeiros ou artesãos que estão prontos para oferecer a melhor seleção de produtos da nossa terra. Aproveite Ribadesella!", afirmam. 

Fontes explicam que esta iniciativa surgiu ao ver os cartazes da região de Occitania, França, com apenas 400 habitantes.

Os posteres dão as boas vindas a quem chega e pedem respeito pela zona rural. 

Que os galos cantem à noite é normal para alguém que vive numa zona rural e queremos deixar isso bem claro aos vizinhos de Ribadesella, e mostrar que estamos com eles. Temos de saber conjugar o turismo com o mundo rural. Se vêm a um hotel rural, têm de ter consciência de que é rural e que esta é a vida diária de muita gente", disse Fuentes.

Redação / IM