A Polícia Nacional desarticulou uma rede de branqueamento de capitais oriundos do tráfico de droga cujos membros lavavam até 500.000 euros todas as semanas.

Segundo as autoridades, na operação foram detidas seis pessoas naturais de Marrocos e da China, que são acusadas da lavagem de dinheiro oriundo da compra e venda de droga.

A polícia apreendeu ainda 21 milhões de euros em diversos artigos de luxo como carros, joias e relógios.
Redação / CM