Uma rena branca, de uma espécie rara, foi encontrada por Maks Nordsveen, quando o fotógrafo norueguês estava a passear, com amigos, nos bosques do norte da Noruega.

Estava a caminhar nas montanhas à procura de paisagens agradáveis ​​para as minhas fotografias de viagem, quando do nada vi esta pequena rena maravilhosa (...) Ela chegou muito perto de mim e olhámos um para o outro nos olhos”, afirmou, citado pelo Daily Mail

As imagens do fotógrafo de 24 anos, que vive em Oslo, tornaram-se virais nas redes sociais assim que o fotógrafo as publicou na sua conta pessoal no Instagram.

A rena bebé, de pêlo branco, que quase se confunde com a neve, parece que está a posar diretamente para a câmera, enquanto a mãe, de pêlo castanho, está atrás à sua espera.

Ela ficou muito relaxada assim que viu que eu estava calmo. A rena estava a ser muito curiosa, como uma pequena exploradora.”

O animal terá nascido há apenas alguns meses, mas já corre mundo, através da Internet.

De acordo com o Daily Mail, as renas brancas, que não são albinas, têm uma mutação genética rara que lhes retira o pigmento do pêlo.

Os Sami, povo indígena único na Europa, que vivem numa área que se estende pela Noruega, Suécia, Finlândia e Rússia, acreditam que uma rena branca é um sinal de sorte.

Este fotógrafo, pelo menos, ganhou o dia. Foi momento como “mágico" e saído de um "conto de fadas”.