A direção do Plano de Prevenção de Risco Vulcânico nas Ilhas Canárias (Pevolca) procedeu este sábado ao levantamento das zonas confinadas desde sexta-feira em La Palma, perante a melhoria nas medições do ar, informa um comunicado governamental.

Segundo o documento da Direção-geral de Segurança e Emergência do Governo das Canárias, o confinamento foi levantado nos centros populacionais dos municípios de El Passo e Los Llanos de Aridane.

VEJA TAMBÉM: 21 SISMOS NA ÁREA DO VULCÃO CUMBRE VIEJA NAS ÚLTIMAS 24 HORAS

Os núcleos que ficaram desconfinados, continua a nota de imprensa, são: San Borondón, Marina Alta, Marina Baja e La Condesa, assim como o espaço compreendido entre o cruzamento do Caminho Cruz Chica com a estrada LP-2, seguindo por oeste até ao cruzamento com Nicolás Brito Pais. Continuando este caminho até à circunvalação e, por ele, até à rotunda de Hoyas Hondas.

A partir deste ponto, foi também incluída toda a zona afetada pelo incêndio de agosto até ao campo de futebol de El Passo, incluindo a zona compreendida de oeste à estrada LP-3, até à rotunda Del Sombrero, precisa o documento.

O confinamento começou pelas 23:30 desta sexta feira e foi concluído às 13:00 deste sábado.

O vulcão Cumbre Vieja situa-se na ilha de La Palma, uma das que integram o arquipélago espanhol das Canárias, situado no oceano Atlântico, a oeste da costa de Marrocos.

VEJA TAMBÉM: ÁREA OCUPADA PELA LAVA DO VULCÃO CHEGA AOS 367,3 HECTARES

A erupção do vulcão começou em 19 de setembro e obrigou mais de 6.000 pessoas a abandonarem as suas casas.

Até ao momento, não se registaram feridos ou mortos.

A lava destruiu 656 edifícios e cobriu 268 hectares na ilha, de acordo com o sistema de medição geoespacial Copernicus da União Europeia.

Agência Lusa / NM