Um camião com nove migrantes foi mandado parar em Kent, no Reino Unido, horas depois de 39 cadáveres terem sido descobertos num camião em Essex, avança a Sky News.

De acordo com o jornal, a polícia foi chamada durante a tarde depois de ter sido alertada de que estavam pessoas na traseira de um camião que circulava na M20, a autoestrada que liga Folkestone ao Canal da Mancha e à A20, estrada que conduz ao porto onde atracam os ferries vindos de Calais.

O veículo foi parado perto de Ashford, uma cidade a 37 quilómetros de Kent.

"Nove pessoas estão a ser avaliadas, por precaução, pelos serviços de emergência antes de serem entregues aos serviços de imigração", afirmou o porta-voz da polícia de Kent à Sky News.

Um camião, que transportava um contentor onde estavam os 39 cadáveres, foi encontrado hoje de madrugada na zona do Parque Industrial de Waterglade em Grays (condado de Essex), a leste de Londres.

A polícia, que foi chamada ao local pelos serviços de emergência, abriu uma investigação por homicídio.

Um homem de 25 anos oriundo da Irlanda do Norte que conduzia o camião foi detido sob a suspeita de homicídio, informou a polícia britânica. O homem não foi formalmente acusado, nem identificado.

A polícia não ligou formalmente estas mortes ao tráfico de pessoas, mas as suspeitas apontam nesse sentido pela forma como as vítimas estavam amontoadas no interior do contentor do camião.