Uma mancha de petróleo na costa da Síria, que se está a espalhar pelo Mediterrâneo, deixou o Chipre em estado de alerta.

De acordo com imagens de satélite, uma mancha espalhou-se para o norte da costa síria devido a uma falha numa central elétrica em Baniyas, e está agora a dirigir-se para o Chipre, multiplicando-se os apelos por uma ação conjunta de ambos os lados da ilha.

 

Segundo a Euronews, Erol Adalier, do centro de mergulho Deep Diving, que coopera as operações para conter a propagação da mancha na península de Carpas, no norte da ilha, acredita que se está a viver "uma grande catástrofe".

"São vinte mil toneladas de petróleo. A mancha está a cerca de 30 quilómetros ao largo da costa cipriota”, avançou.